surveillanceme

momento descanso de meu “put it in writing!”

In academic bursary, life2009, the 'old' ones :: master pieces on July 10, 2009 at 3:04 am


diretamente da rede now:

  • “A psicologia nunca poderá dizer a verdade sobre a loucura, pois é a loucura que detém a verdade da psicologia.” “Maladie Mentale et Psychologie”
  • A alma, prisão do corpo.” Vigiar e Punir
  • “Quanto àqueles para quem esforçar-se, começar e recomeçar, experimentar, enganar-se, retomar tudo de cima a baixo e ainda encontrar meio de hesitar a cada passo, àqueles para quem, em suma, trabalhar mantendo-se em reserva e inquietação equivale à demissão, pois bem, é evidente que não somos do mesmo planeta.” História da Sexualidade 2
  • A ordem é ao mesmo tempo aquilo que se oferece nas coisas como sua lei interior, a rede secreta segundo a qual elas se olham de algum modo umas às outras e aquilo que só existe através do crivo de um olhar, de uma atenção, de uma linguagem…” As Palavras e as Coisas. p. 9-12.
  • “Chamamos de loucura essa doença dos órgãos do cérebro…” início do Cap. 7 de A história da loucura na Idade Clássica.
  • “Uma tarde eu estava ali, olhando muito, falando pouco, ouvindo o menos possível, quando fui abordado por uma das mais bizarras personagens desse país, que Deus não deixou que faltasse. É um misto de altura, baixeza, bom senso e desatino”. No momento em que a dúvida atingia seus perigos maiores, Descartes tinha consciência de que não podia estar louco – sem que isso impedisse que reconhecesse, durante muito tempo ainda e até o mau gênio, que todos os poderes do desatino espreitavam à volta do seu pensamento.(…)”Michel Foucault, início da Introdução da Parte III de História da loucura na Idade Clássica.
  • “Édipo não se cegou por culpa, mas por excesso de informação.”Edipe ne s’est pas crevé les yeux par culpabilité, mais par excès d’information
    citado em reportagem intitulada “Lula était le “sauveur du peuple”, il ne l’est plus : le blues des intellectuels et des artistes face aux scandales”, Data: 30/07/2005 @Le Monde
  • “A ficção consiste não em fazer ver o invisível, mas em fazer ver até que ponto é invisível a invisibilidade do visível” La fiction consiste donc non pas à faire voir l’invisible, mais à faire voir combien est invisible l’invisibilité du visible
    citado em “Qu’est-ce qu’un espace littéraire?”‎ – Página 31, de Xavier Garnier, Pierre Zoberman, Pascale Hellégouarc’h, Maarten Van Delden [2006]
  • “Pois toda felicidade não é mais, talvez, que felicidade de expressão” citado em “A refração da sombra”‎ – Página vii, de Paulo Cesar Lopes [2004]
  • “As luzes que descobriram as liberdades inventaram também as disciplinas” na obra “Vigiar e Punir”, página 183, de Michel Foucault; citado em “Modernidade e Dominação” – página 105, de Sílvio Cesar Camargo

A Ordem do Discurso

A ordem do discurso aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970
  • “A disciplina é um princípio de controle da produção do discurso. Ela lhe fixa os limites pelo jogo de uma identidade que tem a forma de uma reatualização permanente das regras” A Ordem do Discurso, p.36
  • “O discurso não é simplesmente aquilo que traduz as lutas ou os sistemas de dominação, mas aquilo porque, pelo que se luta, o poder do qual nos queremos apoderar” A Ordem do Discurso, p.10
  • “Todo sistema de educação é uma maneira política de manter ou de modificar a apropriação dos discursos, com os saberes e os poderes que eles trazem consigo” A Ordem do Discurso, p.44
  • “O novo não está no que é dito, mas no acontecimento de sua volta” A Ordem do Discurso, p.26
Advertisements

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: