surveillanceme

OUTRAR-SE again

In academic bursary, the 'old' ones :: master pieces, Uncategorized on June 18, 2009 at 2:18 pm

Foco no Outrar-se* [titulo de meu ultimo txt]

Outrar-se deu-se em virtude de experiencias acerca das discussoes promovidas em torno de antropofagia e antropoemia. Da questao da alteridade em um novo milenio… Da relacao de afetos que vem sendo “impostas” pelas redes e do “novo” ser humano que assim eh gerado e gera. Das relacoes de poder e seus acordos e contratos-sociais, uma questao de etica e morais que se vao inter-cambiando ao longo dos seculos de nós, seres humanos…..

my partner & I used to talk about “outrar-se” [we’d created this verb in portuguese several months ago. maybe the translation would be “othering-yourself”…].

It’s about when you meet someone else in a kind of love in general – friendship and/or constructing a life together -, different kinds of relationship!…

well, this year I’d started to read Guatari & Deleuze and there’s a little paragraph of these books [about “Capitalisme et Schizophrenie”, 1980] that starts with What does loving someone else mean?” It could be a kind of little-abstract about our “othering yourself”….

*este texto e titulo eh dedicado aa Mariana K. >> nestes ultimos sete anos desenvolvemos conjuntamente tal conceito de experiencias-vivencias afetivas imateriais e tecnologicas:

“Distribuimos habeis pseudonimos para dissimular.

Por que preservamos nossos nomes?

Por habito, exclusivamente por habito.

Para passarmos despercebidas.

Para tornar imperceptivel, não a nós mesmos,

mas o que nos faz agir, experimentar ou pensar.

… Nao chegar ao ponto em que nao diz mais EU,

mas ao ponto em que jah nao tem qualquer importancia dizer ou nao dizer EU.

Nao somos mais nós mesmas.

… Fomos ajudadas, aspiradas, multiplicadas. …

Desde que se atribui um livro [ou texto, ou obra] a um sujeito,

negligencia-se este trabalho das matérias e a exterioridade de suas correlações.

Escrever nada tem a ver com significar, mas com agrimensar, cartografar, mesmo que sejam regioes ainda por vir.”

Guatari & Deleuze @ Mil Platos: Capitalismo e Esquizofrenia, 1980.

Advertisements
  1. […] HAS BEEN CAUGHT US… In academic bursary on June 23, 2009 at 1:09 pm outrar-se e a ciência do […]

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: